8/10/2011

UMA DAS MAIORES HERESIAS PREGADA NA IGREJA EVANGÉLICA!

Postado por Luís Filipe de Azevedo


A humanidade está dividida a partir da sua relação com Deus e com o divino. De acordo com a teologia bíblica só existem dois grupos.

A Bíblia Sagrada cinde toda humanidade em dois grupos distintos. A linguagem bíblica é rica nesta distinção:

  • Mortos e Vivos
  • Afastados de Deus em inimizade contra Deus e aqueles que sã amigos de Deus, aqueles que foram reconciliados com Deus
  •  Réus de condenação e Réus justificados
  • Escravos e livres
  • Estrangeiros em relação a Deus e do povo de Deus e cidadãos do céus
  • Bastardos e filhos
  • Sem Deus no mundo e os encontrados por Deus
  • Os que nasceram da carne e os que nasceram do Espírito
  • O Mundo e o Reino de Deus
  • Aqueles que amam o mundo e aqueles que buscam o Reino de Deus
  • Aqueles que ajuntam e aqueles que espalham
  • Aqueles que são a favor e aqueles que são contra
  • Os que servem a Deus e os que não servem
  • O joio e o trigo
  • O justo e o ímpio
  • Etc.


Está muito clara esta distinção nas Escrituras. E pode ser que, em algum momento da vida, alguém se pergunte de que grupo faz parte. Se pergunte: “Sou um morto ou sou um vivo?”, “Sou réu de condenação ou sou réu justificado?”.

Daí, nós, por vezes, respondemos com nossa experiência de conversão, decisão pública, cartão de decisão, classe de discipulado, confissão de fé, batismo na águas, nome arrolado na ficha de membro, Ceia do Senhor, etc. Experiências religiosas que parecem nos dar condições de dizer “sou de Deus”, “me reconciliei com Deus”, “não sou mais do mundo”, “nasci do Espírito”, “tenho meu nome escrito no livro da vida”, "estou garantido", “vou morar no céu”. Afinal de contas, “convidei Jesus para morar na minha vida e anotei isso na capa da minha Bíblia, conforme o evangelista me pediu”!

Entretanto, será que isso é de todo verdade? Quando eu olho no espelho do Evangelho de Jesus, eu vejo que ser um cristão (pequeno Cristo), isto é, um verdadeiro cidadão do céu aqui, não se resume a esses passos religiosos. Ser um cristão é muito mais que isso.

Neste pouco tempo que tenho de crente, mais de 15 anos, já vi muita decisão não genuína. Já vi muita confissão vazia de conteúdo. Já vi muita gente se batizar sem saber o que é batismo. Já vi muita gente dizendo ser crente, mas sua vida não estar de acordo com aquelas verdades que ela diz crer. Já vi muita fé divorciada de boas obras. Já vi muita árvore produzindo fruto podre e dizendo ser árvore boa. Já vi muita gente alicerçada na areia e não na rocha. Já vi muita gente dizendo ser de Deus, mas entrando por portas largas e caminhando caminhos largos, se negando a renúncia típica da verdadeira conversão a Cristo. 

Poderia citar muitos outros motivos pelos quais não acredito ser esses passos religiosos capazes de nos permitir uma verdadeira experiência de salvação. Eu percebo que esse critério de aceitação-doutrinação-batismo não tem sido consistentemente capaz de nos tornar genuínos servos de Deus aos moldes do Evangelho que o Senhor Jesus pregou.

Escrevi este texto para fazer uma denúncia. Eu quero denunciar que uma das  maiores heresias na Igreja Evangélica Protestante, a meu ver, é que se você orar e pedir para Jesus entrar no seu coração, Ele prontamente e definitivamente entrará. Esse pensamento não tem respaldo bíblico. É clichê de pregador irresponsável! Não encontramos isso em nenhum lugar das Escrituras e nem muito menos na história da Igreja. Não foi assim que aconteceu com o Nicodemos, com o Jovem Rico, nem muito menos com o Doutor da Lei da Parábola do Bom Samaritano.

De uma vez por todas precisamos ser convencidos, pelo Espírito Santo de Deus, de que a salvação é pela fé, e fé somente em Jesus Cristo. E a fé somente em Jesus Cristo é precedida e seguida de arrependimento, confissão, um abandono do pecado, um ódio pelas coisas que Deus odeia, e um respectivo amor pelas coisas que Deus ama. Aliado a isso, sempre veremos como resultado de uma verdadeira conversão um crescimento em santidade e um enorme desejo, de ser como Jesus Cristo!

9 comentários :

Graça e Paz Pastor!

Amado,nós temos um blog,o JESUS É O SENHOR,que tem por objetivo maior a defesa do evangelho-cf fil 1.16-.
Então muitas vezes escrevemos com certa indignação sobre as heresias contemporâneas como a teologia da prosperidade,etc;mas,não podemos perder o foco pois, nem sempre as coisas são questionáveis como pensamos.Acredito sim,que quando alguém com sinceridade e determinação convida a Cristo em oração para entrar em sua vida,esta pessoa já está sendo "nascida de novo" pelo Poder Regenerador do Espírito Santo pois os mortos não claman a Jesus,digo mortos espirituais,o Pastor é protestante, então sabe disso.
Não devemos complicar a simplicidade do evangelho,o ladrão na cruz,ao lado do Senhor pediu a Ele que se lembrasse dele ao entrar no Reino e foi ou melhor já estava salvo pois é obvio que foi movido pelo Espirito.Isto é uma pequena amostra de oração simples que se compara a pedir ao Mestre que venha habitar nosso coração.
Existem tantas heresias quantas o homem tem podido em sua criatividade maléfica criar, mas nem tudo é heresia.Deixemos pois os homens irem a Cristo e pedirem a Ele em oração para salvarem suas vidas entrando nelas e levando os à santidade.Do mais concordo com as palavras do Pastor sobre arrependimento e demais colocações.

Em Cristo,
Mário César de Abreu

Olá pastor, Deus nos abençoe.
Graças a Deus por essa mensagem verdadeira que foi postada pelo Sr. São essas verdades que as nossas cidades, estados, países e todo o mundo precisam saber e entender para que venhamos praticá-las e verdadeiramente nos tornarmos um só em Cristo, como o Sr.mesmo disse:
“Reis justificados”, em Cristos e somente por Cristo Jesus.

Deus te abençoe e a todos nós.

Prezado irmão Mario César, saudações em Cristo!

Gostaria de dizer ao amado que EU TAMBÉM ACREDITO QUE QUANDO ALGUÉM COM SINCERIDADE E DETERMINAÇÃO CONVIDA A CRISTO EM ORAÇÃO PARA ENTRAR EM SUA VIDA, ESTA PESSOA ESTÁ SENDO GERADA DE NOVO, PELO PODER REGENERADOR DO ESPÍRITO. Não neguei isso em nenhum momento. Pode obeservar que, em minha denúncia, os substantivos "sinceridade" e "determinação" não aparecem. Por quê? Porque eles mudam tudo! Eles são os diferenciais da verdadeira conversão! O problema que levantei é justamente o da conversão abortiva, não sincera, não genuína, "da boca pra fora", "coreográfica".

O evangelho que Jesus proclamava era um chamado ao arrependimento, ao discipulado, um chamado a segui-lo em obediencia submissa, e não um mero apelo a que se fizesse uma decisão ou uma oração. A conversão do ladrão foi imediata, porque imediata foi a sua convicção de pecado, imediato foi o seu arrependimento e imediata foi a sua libertação da escravidão do pecado.

O evangelho é uma oferta de perdão e vida eterna a pecadores convictos e arrependidos, mas também sempre foi e é uma mensagem de censura aos religiosos de fachada. Daí a minha denúncia, se é que me entende!

Em todos os sentidos, a mensagem de Jesus eram boas novas! Porém, nunca foi, absolutamente, uma fé fácil, uma graça barateada como temos visto hoje em vários arraiais.

Creio, profundamente, que as palavras que o irmão citou sobre o ladrão da cruz, o pedido dele, que foi simples, objetivo e direto, na verdade é reflexo daquilo que aconteceu no seu interior. Fato que é comprovado pela promessa salvífica de Jesus feita a ele. Entretanto, isso não é regra pra todos! Quantas pessoas, que fazem uma oração no domingo, levantando a mão, publicamente "aceitando a Jesus", mas que na segunda, ou mesmo quando saem do culto, continuam na vida de pecado. Aquilo que fizeram no domingo não se desdobrou para uma mudança de vida real?

Repetindo, o termo "sinceridade", porque não dizer, o termo "verdade", muda tudo!

Concorda?

Um abração amado, obrigado pelo comentário.

Respeitosamente,

Pr. Filipe

Muito bom a reflexão, Pr. Filipe.
Concordo plenamento com que o sr. disse.

A conversão genuína acontece mediante a verdadeira transformação do interior e da maneira de pensar.
Digo que pode ser que o indivíduo presencie milagres, veja o sobrenatural e ainda não se converteu de verdade.
Um exemplo muito claro é do apóstolo Pedro, fundador da igreja primitiva. Acredito que Pedro só se converteu de verdade depois que ele negou a Cristo três vezes e se lembro do que Jesus tinha falado. Foi ali que ele foi transformado de verdade e se tocou sobre o Evangelho.
Grande abraço! Fica na paz do Senhor!

Concordo com o Pr. Filipe, todos os domingos um montão de pessoas dizem que "ACEITAM A JESUS"... mas se analisarmos bem, poucas são as que permanecem... Muito "oba, oba", quem deixa o ESPÍRITO SANTO entrar no coração não desiste nunca, luta até o final... Parece que o evangelho pra muita gente virou MODA, a pessoa vem participa da MODA e quando enjoa simplesmente sai da moda.... a gente vê isso acontecendo principalmente no meio dos artistas.... Lamentável... Tudo de "boca pra fora"!!!

Concordo com o Pr. Filipe, todos os domingos um montão de pessoas dizem que "ACEITAM A JESUS"... mas se analisarmos bem, poucas são as que permanecem... Muito "oba, oba", quem deixa o ESPÍRITO SANTO entrar no coração não desiste nunca, luta até o final... Parece que o evangelho pra muita gente virou MODA, a pessoa vem participa da MODA e quando enjoa simplesmente sai da moda.... a gente vê isso acontecendo principalmente no meio dos artistas.... Lamentável... Tudo de "boca pra fora"!!!

Jônatas, Paz e Comunhão no Senhor!

Obrigado pela visita e pelo relevante comentário. Vejo que o irmão entendeu o propósito do meu artigo: denunciar as pseudo-conversões.

Volte sempre...

Abração,

Pr. Filipe.

Jeff, Sandra e Isa, meus amigos e meus irmãos, quão bom é tê-los por aqui sempre. A amizade com vocês talvez seja um dos maiores presentes que eu e minha família recebemos de Deus. Digo isso sem demagogia alguma, você sabe disso.

Seu comentário, vem somar às inúmeras conversas pessoais que já tivemos sobre o assunto. Realmente é de se lamentar o fato, pessoas que seguem a Jesus apenas porque Ele é aquele que multiplica pão e peixe, ou porque Ele é aquele que cura toda a espécie de enfermidade.

No entanto, o verdadeiro milagre, o milagre do novo nascimento, é pouco solicitado. Querem as bençãos e não Aquele que abençoa, Deus.

Amos vocês...

Pr. Filipe

tem muitos que estão morto na vida espiritual mas pensam qu estão vivos,