terça-feira, 21 de setembro de 2010

Romanos 12.1-2 - O Verdadeiro Sacrifício Cristão


NVI - Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional a de vocês.

ECA - Portanto, rogo-vos, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

No mundo em que o cristianismo nasceu, o sacrifício de animais era quase universalmente o aspecto principal do culto. As religiões da Antiguidade tinham diferenças marcantes entre elas, exceto o oferecimento de sacrifício à divindade, ou a deuses/deusas, característico de todos os cultos. Por rejeitar totalmente as oferendas de animais, os cristãos formavam um grupo único.

Como o cristianismo empregava o termo sacrifício? Na teologia paulina a terminologia de sacrifício era empregada para ensinar verdades importantes a respeito do culto cristão. Assim, ele exorta os romanos a apresentarem seus corpos como “um sacrifício vivo”, um meio claro e eficaz de indicar a necessidade da oferenda completa do fiel a Deus. Os cristãos devem dedicar-se totalmente a Deus.

Os modos peculiares de expressão sacrificial estão agora ligados ao culto espiritual, realizados não mais segundo as formas e práticas cultuais judaicas do passado. Na visão de Paulo, tais práticas não cabiam dentro do cristianismo e só serviam para distorcer o que, para ele, eram os princípios fundamentais da fé cristã, haja vista que o Templo do Senhor agora já não é mais aquele feito por mais humanas, mas é um Templo novo, espiritual, é o templo da habitação de Deus na Igreja, como corpo de Cristo e o santuário do Espírito Santo. Por isso é que a expressão sacrificial agora é culto espiritual, pois o Templo é espiritual.

At 17. 24 - “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há é o Senhor dos céus e da terra, e não habita em santuários feitos por mãos humanas.

1 Co 3.16 - Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês?

1 Co 6.19 - Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?

2 Co 6.16 - Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo. Como disse Deus:“Habitarei com eles e entre eles andarei; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo”.(Lv 26.12, Jr 32.38, Ez 37.27

Nenhum comentário: